Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Almofadas de amamentação: Sim ou Não?

Quando iniciei a minha viagem ao mundo "Ser Mãe", e tendo em conta que estamos a falar de um primeiro filho, abri os meus horizontes para um mundo totalmente novo. Falo de "novo", não só no que toca a toda a experiência física e emocional, mas também material: O que seria necessário ter antes do filho nascer? O que poderia deixar para depois? (Se é que poderia deixar...) Que experiências têm os casais mais próximos com filhos? Será que as suas experiências serão viáveis para nós? Onde procurar informação fiável e não só de teor publicitário?

A verdade é que montes de questões e dúvidas começaram a surgir. Mas não só! Juntamente com as dúvidas, as respostas também, e cedo, o problema que comecei a ter foi: E agora, por que solução hei-de optar? (O mercado oferece-nos tantas...)

Quem é Mãe ou Pai (especialmente de "primeira viagem") de certo que se identificará com estas questões. E como tal, por ter passado por isto em inúmeras situações, e de nem sempre ter uma resposta concreta à minha frente, pretendo desenvolver alguns temas neste âmbito, de forma a poder auxiliar outros pais que se encontram nesta situação.

A um dado momento comecei-me a sentir confusa sobre uma serie de coisas, e com a necessidade de começar a compreender: Mas afinal, no meio de tantas necessidades que o mercado à nossa volta também nos tenta incutir, quais eram os materiais verdadeiramente essenciais? - Perguntei-me (várias vezes). Tenciono falar de vários há medida que o tempo for passando, mas houve um, que logo desde cedo despertou a minha curiosidade: A almofada de amamentação.

 

 

O que é a almofada de amamentação?

 

Consiste numa almofada, com materiais e forma especifica, que surgiu inicialmente para tentar colmatar as posturas erradas que as Mães faziam aquando do momento da amamentação. Essas posturas erradas, dão origem a diversos problemas de saúde (tendinites, lombalgias, contraturas, etc.) que podem conduzir a uma diminuição significativa da qualidade de vida da pessoa, em consequência das limitações motoras e posturais que os respetivos problemas de saúde, trazem.

Contudo, rápido se compreendeu que esta almofada poderia trazer muitos outros benefícios devido à diversidade de funções, para além da especifica, acima referida.

 

 

Que funcionalidades tem a almofada de amamentação?

 

Para além do básico, referido inclusive, no nome, auxiliar posturalmente a mãe aquando do momento da amamentação, esta almofada também permite:

- Auxiliar posturalmente a mãe, enquanto grávida, especialmente no último trimestre de gravidez, seja na melhoria da postura enquanto dorme na cama, ou se senta no sofá, por exemplo;

am1.jpgam6.jpg

- Aconchegar o bebé no nosso colo, em qualquer local ou cadeira, durante a amamentação ou alimentação por biberão, permitindo, por exemplo, que uma mão fique livre para ir fazendo outras tarefas;

am2.jpgam3.jpg

- Envolver o bebé, de forma a protegê-lo de movimentações bruscas e, possíveis, consequentes quedas ou outras lesões, enquanto estiver, por exemplo, num berço de médias ou grandes dimensões, num sofá ou cama, seja para dormir, descansar ou brincar. Esta função estende-se, pelo menos, até o bebé começar a caminhar;

am5.jpgam4.jpg

 

 

A forma e tamanho da almofada importam?

 

A forma é sempre a mesma (em forma de "U"). O tamanho é que varia, podendo ser pequena, média ou grande. Confesso que a grande foi a que seleccionei, pois pretendia utilizá-la enquanto grávida também. E para quem quer tirar partido desta função da almofada, convém adquirir a grande. Quem só quer a almofada para facilitar a postura durante o período de alimentação da criança, então, a pequena ou a média serão suficientes.

Como o berço que tenho é de grandes dimensões, então a almofada grande também facilitou na delimitação de espaço no berço, de forma a que o meu bebé se sentisse mais envolvido, e especialmente, estivesse mais protegido.

Pode parecer que não, mas um recém-nascido consegue ser um autêntico "réptil" no que toca à movimentação e muitas vezes dei com o meu bebé no fundo da cama, mesmo com "rolinhos" e outras proteções para evitar que acontecesse. A almofada de amamentação foi a estratégia mais eficaz que encontrei. 

 

Qual o preço da almofada?

 

Fiz uma larga pesquisa neste campo e verifiquei que o preço varia bastante, dependendo especialmente da marca que for. Já cheguei a encontrar almofadas a 80€ e outras, praticamente com a mesma qualidade de materiais a 35€ (preço pelo qual adquiri a minha, em tamanho grande). Existem ainda almofadas a preços mais baixos, mas com material duvidoso (no meu ponto de vista). Isto, pois o interior convém que seja maleável para se ajustar à postura e corpo da pessoa em questão e também do bébé. Desta forma, realizei um excel com as marcas que existem no mercado, tamanhos e preços que poderei enviar a quem estiver interessado. Basta que me contactem através do email: mfem2912@gmail.com.

 

 

Conclusão:

 

No meu ponto de vista, sim! 

A almofada de amamentação é um ótimo meio de auxilio aos pais durante a alimentação do bebé, sendo ainda um ótimo material de apoio na segurança e aconchego do mesmo, até, pelo menos, o mesmo começar a caminhar. Da mesma forma que atua como meio auxiliar da mulher durante a gestação, para facilitar determinadas posições enquanto dorme e/ou descansa.

Contudo, dada a larga janela de preços existentes, e as diversas caracteristicas das almofadas, há que saber bem qual o contexto de cada casal e as respetivas possibilidades de pagamento, tendo em conta, os objetivos de cada um. 

 

 

 

 

 

 

6 comentários

Comentar post