Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mulher, Filha & Mãe.

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Mulher, Filha & Mãe.

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Amamentação e Fármacos para a Depressão pós-parto: Uma junção possível!

Muitas mulheres quando passam pela experiência de uma Depressão pós-parto, muitas vezes evitam a ida a um especialista, nomeadamente a um Psiquiatra, por receio de ter de tomar fármacos para a mesma patologia, e que os mesmos influenciem o bem-estar do bebé, e acima de tudo, inviabilizem a amamentação.

 

 

 

Contudo, hoje, já se sabe que não é bem assim!

Nem todos os fármacos passam para o leite materno e consequentemente para o bebé, pelo que, é possível amamentar e tomar anti-depressivos para tratar a sua depressão pós-parto.

 

É aconselhável, porém, que se discutam todas as opções com o Psiquiatra em questão, pois poderão haver alguns mais adequados que outros consoante o seu organismo e contexto de vida. 

 

Agora, tenha em conta que deve evitar:

  • Deixar de recorrer a um apoio especializado, como o Psiquiatra ou Psicólogo, por medo de ter de lhe ser prescrito algum fármaco. Mesmo tendo em conta esta informação, se continuar a preferir não ser medicada, discuta à mesma todas estas opções com o seu médico especialista.
  • A auto-medicação! Nunca se medique por vontade própria, sem recorrer primeiro a uma ajuda especializada. A medicação que trata estas afeções deve ser prescrita por um médico, e posteriormente, devidamente explicada à pessoa em questão. Ao medicar-se por auto-recriação, pode estar a inviabilizar o seu adequado tratamento futuro, e acima de tudo, a prejudicar-se a si mesma!

 

 

Mais informação em:

http://americanpregnancy.org/