Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Brincar faz bem à saúde do bebé e da mãe. Sabiam?

Na sequência do texto que escrevi sobre como a Madalena e eu adorámos as aulas no Gymboree (que podem voltar a consultar aqui), pedi à Psicóloga e Professora no Gymboree, Carolina Canto, para nos falar um pouco mais tecnicamente sobre os benefícios que o brincar tem para o bebé e para a mãe. 

 

A mesma aceitou este desafio com grande entusiasmo e disponibilidade, e escreveu-nos o texto que vos coloco de seguida.

 

Eu, o David, os avós, as tias e os amigos adoramos brincar com a Madalena e sempre que a mesma está mais acompanhada nas suas brincadeiras, é nítido o brilho no seu olhar e a alegria no seu movimento. E embora que o tempo para o fazer nem sempre seja aquele que nós mais gostaríamos (penso que é um sentimento comum, especialmente em nós, Pais...), a verdade é que é através do brincar que as crianças descobrem e tentam compreender o mundo que as rodeia. Por isso, brincar não só é ótimo, como fundamental para o desenvolvimento dos nossos filhos, tal como foi fundamental para o nosso. E é sobre isto que a Carolina nos escreve também. 

 

Curiosos? 

 

P1110823.JPG

 

Quando a mãe brinca com o bebé partilham-se momentos divertidos de cumplicidade e constrói-se uma relação única de confiança e reafirma-se o amor incondicional que os une.

 

Brincar com o bebé desde que ele nasce é muito importante para o seu desenvolvimento a vários níveis.

Quando o bebé nasce quer descobrir o novo mundo que o rodeia. E através da brincadeira, a mãe pode ajudar o bebé nessas novas descobertas.

A voz da mãe, o seu toque e cheiro inconfundíveis transmitem segurança e confiança ao bebé para conhecer as coisas e as pessoas à sua volta.

Cantar, tocar e brincar são ótimos ingredientes para desenvolver as capacidades do bebé a nível cognitivo, motor, social e emocional.

 

No Gymboree as mães aprendem as brincadeiras mais adequadas para estimular as principais competências que o bebé pode desenvolver desde cedo.

 

Até aos 6 meses de idade, o bebé passa por diferentes fases e conquistas. Mas o principal objetivo nessa faixa etária, em termos de aquisições para o seu desenvolvimento saudável, é estimular a atenção, o interesse e a calma no bebé.

Para o bebé se interessar e ficar atento ao mundo envolvente ele precisa de se sentir seguro e amado. Por isso quando a mãe brinca com o bebé é muito importante estar atenta aos seus sinais de forma a respeitar o seu ritmo e assim adequar a brincadeira ao seu bebé e ele sentir-se-á mais interessado, curioso e confiante para explorar e aprender mais sobre esse novo mundo.

 

Na brincadeira, a mãe e o bebé descobrem-se mutuamente. A mãe começa a conhecer melhor o seu bebé, a sua maneira preferida de brincar - gosta mais de cócegas nos pés ou de beijinhos no pescoço? E o bebé vai conhecendo cada dia melhor a sua mãe (pai, avó ou outro cuidador), vai apurando os seus sentidos, vai aprendendo o novo ritmo das suas rotinas, vai-se adaptando a novos sabores e cheiros, tudo isto com a certeza que está seguro e é amado.

 

Fazer uma massagem suave no pé do bebé e cantar para ele fortalece o laço afetivo que une a mãe e o bebé, transmite-lhe amor, confiança e segurança para se interessar por novas aprendizagens.

Tocar um padrão melódico no xilofone, repeti-lo cantando uma música, juntar um estímulo táctil (como um sopro divertido na mão do bebé) estimula a memória e a calma no bebé, e facilita o interesse do bebé pelas palavras.

 

Brincar com o bebé ajuda a mãe a relaxar, a distrair-se das tarefas rotineiras de cuidados ao bebé e a divertir-se.

 

Rir com o bebé é tão bom!

Quando se juntam mais mães e bebés para rir e conversar é ainda melhor!

Nas aulas do Gymboree a mãe tem a oportunidade de conhecer novas pessoas, que à partida se encontram no mesmo estado que ela, podendo partilhar experiências, dúvidas, descobertas e sentir-se compreendida.

As mães vão identificar-se e rever-se umas nas outras, gerando-se um sentido de grupo e empatia, ajudando a encarar quaisquer dificuldades com mais leveza, confiança e a ser mais criativa na busca de soluções.

 

As aulas do Gymboree promovem a amizade, a confiança e a criatividade do bebé e da mamã!