Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Depressão Pós-Parto não é sinónimo de tristeza! Sabiam?

Quando se pensa em Depressão é comum associar-se logo a mesma doença à imagem de alguém triste. 

Mas não é bem assim.

 

Num estudo realizado por Dalton em 1996 sobre os sintomas inicias da Depressão Pós-Parto verificou-se que os mais referidos pelas mulheres que fizeram parte do estudo (todas tinham passado por uma depressão pós-parto) eram a ansiedade, agitação, irritabilidade e confusão mental, sendo que a tristeza vinha apenas em décimo lugar.

Do descrito até aqui, verificamos que quando estamos perante uma Depressão Pós-Parto, na sua grande maioria é comum a combinação de sintomas ansiosos, obsessivos e depressivos, pelo que o humor deprimido não é necessariamente o primeiro ou o mais importante sintoma a causar sofrimento às mulheres neste período. 

 

143-133756-lonely-motherhood-1456215413.jpg

 

Dá que pensar, não dá?

 

 

centro@mulherfilhaemae.pt

 

www.mulherfilhaemae.pt

 

Fonte