Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mulher, Filha & Mãe.

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Mulher, Filha & Mãe.

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

"Esta informação (para mim que vou iniciar o processo de gravidez) ajuda imenso!"

Para esta leitora, os textos sobre baby blues e depressão pós-parto ajudam-na imenso e compreender de forma mais realista o que é iniciar o percurso pelo mundo da maternidade. Tal como referiu num comentário que fez a este texto:

 

"Já o disse noutro post que tem esta informação e digo-o novamente, para mim que vou iniciar o processo da gravidez (lool vou chamar-lhe assim, já que vou à 1 consulta dia 16 para saber se está tudo bem para engravidar :) ajuda imenso! E vou colocar o marido a ler também!! 
Obrigada por toda a informação!"

 

 

Ler este tipo de informação, saber que situações como estas podem acometer qualquer família, é uma hipótese tão possível como qualquer outra, de qualquer área, e que integrem o mesmo período da vida da mulher e respetiva família.

 

Algumas com maior ou menor probabilidade de ocorrer, a verdade é que se de facto informação não ocupa lugar, e como tal, estarem informados sobre como dar um banho a um bebé, tal como quais as melhores posições que frequentemente se adotam para a amamentação poder ocorrer da melhor forma possível, são informações tão importantes como compreenderem quais os sinais de alerta para um baby blues, assim como para uma depressão pós-parto. Compreender quais as suas diferenças e onde se podem dirigir para pedir ajuda em caso de dúvidas e necessidade de apoio é fundamental para se sentirem mais seguros e confiantes. Especialmente nesta fase que, por norma, se revela cheia de turbulências emocionais, como o inicio da maternidade.