Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Movimento: O que é que tu sabes sobre Depressão Pós-Parto?

Seja por uma questão cultural, educativa ou de qualquer outro cariz que necessite de ser mais refletido, a verdade é que quem acaba por sofrer com o silêncio em torno da área da Saúde Mental Perinatal são as mulheres, os homens e as respetivas famílias (filhos, amigos, mães, pais, sogros, tios, primos, etc.) que lidam com esta realidade onde "a maternidade nem sempre rima com felicidade". Pelo menos não no seu imediato. 

 

Muitas são as mulheres que vêem falar comigo sobre a dificuldade que têm em assumir que sentem que não estão bem, que acham que não estão a exercer adequadamente o seu papel maternal pelo desenvolvimento de uma possível depressão pós-parto e que precisam de ajuda. Acabam por arrastar esse "mal-estar" durante meses (e muitas vezes durante anos) acabando isso por lesá-las a vários níveis, quer na sua vida familiar e pessoal, quer no seu ambiente laboral e social. 

Um dos grandes motivos que apontam para essa dificuldade em assumi-lo são aquilo que as outras pessoas pensam sobre o assunto. Acham que "os outros" irão achar que são fracas ou que estão malucas. 

 

Independentemente do que "os outros" pensam e após ouvir tantas vezes este tipo de afirmação, lembrei-me de iniciar um movimento denominado por "O que é que tu sabes sobre Depressão Pós-Parto?", sendo os meus objetivos, claros:

- Combater o estigma face às pessoas com Depressão Pós-Parto;

- Promover a reflexão sobre o conceito de Depressão Pós-Parto;

- Desmistificar conceitos erróneos relativos à Depressão Pós-Parto; 

 

Tenho por certo que este movimento só ganhará vida, se puder contar com a ajuda de todos os que se encontram por aí!

 

Para aderirem ao movimento basta que respondam da forma mais autêntica possível à questão: "O que é que tu sabes sobre Depressão Pós-Parto?", e que me enviem a resposta para o seguinte email: blog@mulherfilhamae.pt

 

o que é que tu sabes sobre dpp.jpg

 

Convido-vos também a partilharem a vossa resposta no facebook e a apelarem à vossa rede de contactos que também respondam a esta questão, adicionando ao vosso comentário a hashtag #movimentodepressãopósparto 

O importante é que se promova o debate sobre a temática de forma a que se possa desmistificar os respetivos conceitos erróneos e se reforcem positivamente os que estão corretos.

 

E então, vamos falar sobre Depressão Pós-Parto?

9 comentários

Comentar post