Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Mulher, Filha & Mãe: O melhor de 2016 e vontades para 2017!

É impossível chegar ao final do ano e não fazer um balanço do que já foi feito e projeções sobre o tanto que ainda quero fazer!

Seja o que for, ou como for, a verdade é que 2016 foi um ano de grande desenvoltura do blogue e de grande mergulho no âmbito da saúde mental na gravidez e no pós-parto. 

 

Com a certeza de que seria na área de saúde mental perinatal que queria apostar, e paralelamente, trilhando caminho no Mestrado que já vos falei aqui, e aqui, a aquisição de mais conhecimentos no mesmo âmbito (e na saúde mental no geral) e a abertura de novos horizontes profissionais marcaram o ano pela positiva.

 

Embora tenha começado o ano com um período longo de ausência no blogue, a verdade é que o retorno acabou por ser em grande!

Algo que o marcou com muita força e conteúdo foi a visita que fiz à Universidade de Coimbra a convite da Equipa de Investigação do Departamento de Psicologia Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) como podem relembrar o que foi escrito aqui, e aqui. A visita marcou-me a todos os níveis! Conhecê-los, falar sobre a minha experiência no âmbito da saúde mental perinatal e conhecer a deles, foi um momento que jamais esquecerei. Para mim, uma grande conquista, orgulho e um excelente momento de aprendizagem!

 

Para além desta visita, várias foram as entrevistas que publiquei da Dra. Ana Telma Pereira e do seu trabalho de investigação no âmbito da saúde mental perinatal, como podem relembrar, por exemplo, aqui

 

Paralelamente, iniciei dois movimentos que ainda moveram várias opiniões e momentos de debate e esclarecimento de dúvidas sobre Depressão Pós-Parto - Movimento Depressão Pós-Parto e Eu pedi ajuda!.

Os movimentos ainda se encontram ativos pelo que não se esqueçam que sempre que quiserem aderir, basta opinarem sobre o assunto e enviarem-me email para blog@mulherfilhamae.pt

 

Também foi um bom ano em termos de divulgação da presente temática! 

Artigos como este foram publicados na Revista online ACTIVA, assim como houve a possibilidade de divulgar o trabalho que é feito aqui no blogue numa entrevista para a Newspharma e para a Vital Health, tendo tido mais de 20 textos no âmbito da saúde mental perinatal destacados na homepage da sapo.pt.  

 

Os textos deixaram de ser meramente informativos mas também passaram a descrever de forma imaginária, o real, no que toca à vivência da maternidade e de alterações emocionais na gravidez e no pós-parto. E é "engraçado", pois até hoje, o texto com mais comentários, gostos e visualizações foi o primeiro que fiz neste âmbito - "Ao pai do meu filho: Preciso de ti!" - Lembram-se?

 

A rubrica Histórias que dão a cara por esta causa continuou a crescer (e muito!) e atualmente contamos com mais de quarenta histórias de mulheres e respetivas famílias que se confrontaram com o facto da maternidade nem sempre rimar com felicidade. Histórias que têm levado a muitas pessoas a perceção de que nem sempre um nascimento começa com um sentido feliz, mas que também não é por isso que mais cedo ou mais tarde não o venha a desenvolver!

 

O facto de relatar no blogue histórias que me enviam sobre vivências menos positivas no pós-parto, deixou de ser único. Também comecei a publicar histórias sobre a recuperação de mulheres que outrora nos relataram ter tido uma depressão pós-parto, como a Ana, que nos falou sobre a sua recuperação, e que em breve, nos falará muito mais, pois terá um espaço para tal no blogue. Novidades para breve!

 

Também dei inicio à publicação de vídeos adaptados para a Língua Portuguesa, sobre temáticas relacionadas com a saúde mental na gravidez e no pós-parto, como este.

 

Algo que, não só teve uma grande adesão, como uma grande impacto, foi o questionário que elaborei e que foi respondido por cerca de 130 pessoas em menos de dois dias. Brevemente sairá um idêntico, mas com um grau de dificuldade diferente, e com outros objetivos. Estejam atentos!

 

 

Portanto, todas as histórias, os artigos lidos, as opiniões e sugestões, as críticas, o desenvolvimento do blogue, os estudos e o meu grande interesse pela área levou-me a aprofundar cada vez mais conhecimentos, e não só continuei na especialidade e mestrado de enfermagem em saúde mental e psiquiatria, trilhando cada vez mais - e de forma mais afunilada - caminho por estes temas, como fiz um curso de empreendedorismo social para levar mais à frente vários dos projetos que tenho pensados nesta área. Novidades para breve!

 

Um dos Projetos que já tinha começado, foi analisado detalhadamente em termos de metodologia e resultados obtidos, e daí resultou um artigo - Relato Prático sobre o Projeto Mulher, Filha & Mãe - que apresentei em dois eventos de cariz científico - este e este - tendo também realizado um site sobre o projeto  e concretizado novas parcerias! 

 

Foi ótimo poder ter contado com cada vez mais seguidores, quer na Sapo Blogs, quer no Facebook, e receber emails e comentários como este, que me enchem o coração e me dão forças para continuar a lutar e a trabalhar cada vez mais arduamente para vos trazer algo todos os dias e sempre que possível. 

 

Para 2017?

A mesma motivação.

Mais trabalho. 

Mais força. 

A mesma energia. 

Mais contactos. 

Mais aprendizagens.

O mesmo fulgor. 

Mais apoios. 

Mais ajuda. 

A mesma paixão.

Melhores resultados. 

O mesmo sentido de missão. 

 

111111111.JPG

 

Obrigada!

1 comentário

Comentar post