Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mulher, Filha & Mãe.

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Mulher, Filha & Mãe.

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Não percebi bem Sra. Ministra das Finanças.

Frase de conclusão do discurso da Sra. Ministra das Finanças:

"Vocês que são jovens, multipliquem-se."

 

A sério?!?!

 

Ora vamos lá ver...

 

....Nunca houveram tantos jovens desempregados como existem atualmente.

 

...Andam-se a tirar licenciaturas e a queimar pestanas durante anos para depois se receber tanto ou menos como empregadas domésticas (E não tenho nada contra estas grandes senhoras. Mas...já que estudamos, e que temos mais responsabilidades, penso eu que, merecemos ser dignificados com um pouco mais...).

 

....Chega-se ao final do mês, muitas vezes sem se conseguir somar cêntimos, para qui çá, se comprar um T1 daqui a alguns anos ou qualquer outra coisa que permita outro tipo de multiplicação.

 

...Quando algumas mulheres pensam que têm um trabalhinho porreiro, são convidadas a sair do mesmo, porque se tentaram multiplicar e.. carregam o produto dessa conta no seu ventre.

 

...Quando vamos trabalhar Sra. Ministra (depois da licença de maternidade...quem a tem!) faltam vagas em infantários públicos para quem não tem outra rede de suporte. E depois, se temos de colocar comida na mesa, ainda temos de andar a trabalhar até às tantas para pagarmos creches privadas que cobram mais de 300€ p/mês. Ou então, alguém vai deixar de trabalhar para tomar conta do produto da multiplicação...

 

...Se precisamos de sair do trabalho para darmos assistência aos nossos filhos, muitas vezes tratam-nos como na escola primária (1 falta = bolinha verde; 2 faltas = bolinha amarela; 3 faltas = bolinha vermelha...que na minha escola significava um grande recado na caderneta..).

 

...A assistência médica cada vez está mais cara (quando devia ser um direito, equitativa para todos). Ora, deixe-me cá ver se esta equação bate certo: Cuidados de qualidade <=> pagar bem - quem pode + 1 vida = impossibilidade para muitos jovens hoje em dia. 

 

...E já agora, que futuro é que você prevê para o resultado da nossa multiplicação? Uma subtração nacional, ou uma raiz quadrada de emigração? É que eu não sei como é consigo, mas eu, embora me tenha multiplicado há pouco tempo, muitas vezes me questiono: até que ponto é que a conta que eu fiz irá continuar a bater certo daqui a algum tempo? Porque da forma como o estado da educação e saúde são retratados no nosso país, não sei, de todo, a que caderno é que vamos parar.

 

Podia repetir o que disse, sff? 

 

Não percebi bem.

 

crianca-duvida-curiosidade-getty-images-600.jpg

 

9 comentários

Comentar post