Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

O Tempo de uma Mulher e Mãe.

O Tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem.

Ou seja, o tempo não tem limite de tempo que nós achamos que o tempo tem.

O tempo responde por si.

E nós, questionamos o tempo que o tempo tem, 

não só pelo tempo que levamos a manipular o tempo,

mas a tentar dobrar constantemente o tempo, também.

Eu quero, mas nem sempre tenho tempo.

Eu tento, mas nem sempre multiplico o tempo,

pelo tempo necessário para realizar tudo o que quero, como mulher e mãe. 

E assim passo o meu tempo.

Ao relento de vários momentos,

que não cabem no respetivo tempo,

que eu quero que o meu tempo tenha. 

É este o meu tempo.

É agora o meu momento.

O momento de alguém que não cabe no seu tempo,

Mas que se desdobra e multiplica,

para que no seu pouco tempo,

se revele, em cada momento, enquanto Mulher e Mãe.

 

 

Acabei de multiplicar tantas vezes o tempo para dizer simplesmente, que há sempre tão pouco tempo para se ser Mulher E Mãe.

 

Não concordam?