Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Sim, é verdade: os problemas de Saúde Mental no Pré e Pós-Parto EXISTEM!

Lembram-se do diário que vos falei neste post?

Já há algum tempo que não publico nada sobre o mesmo, mas estará para breve.

 

Acontece que, como devem calcular, publicar algo assim tão íntimo torna-se duro. 

Torna-se duro confrontarmo-nos com determinadas situações do nosso passado.

Torna-se duro revivermos determinadas passagens menos positivas da nossa vida. 

Torna-se duro repetir vezes sem conta sentimentos que nos fizeram sofrer e atitudes que nos criaram, e que criaram mágoa.

Torna-se duro...

 

E como tal, embora já tenha muitas das páginas transcritas para o blog, relê-las e posteriormente publicá-las, é duro para mim. 

Tal como é duro para algumas mulheres reviverem as suas histórias e partilharem-nas connosco. 

Tal como é duro para algumas mulheres detalharem os seus sentimentos nos emails que me enviam e que eu publico na rubrica "Histórias que dão a cara por esta causa", para que quem um dia os possa também sentir, retire de cada linha uma orientação para si e para o seu âmago. 

 

Para quem já passou e passa por uma situação destas, é definitivamente, duro. 

Assim como eu acredito que o seja para qualquer um que a presenciar de perto.

E é por isto que continuo e que pretendo continuar. 

Para que, mesmo sendo uma realidade dura, deixe de ser tão amarga e que possa ser o mais tolerável e compreendida por todos, e pela mulher em especial. 

 

Para que todos valorizem e entendam que o Baby Blues, que a Depressão, a Ansiedade e a Psicose Pós-Parto, são momentos duros e REAIS

 

Sim, é verdade. Eles existem. Todos. Cada um, com a sua maneira e feitio.