Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Vou lançar-vos um desafio. Curiosos?

Quando fundei o blog o meu grande objetivo era conhecer histórias de outras mulheres, homens e famílias que tinham passado por baby blues, depressão pós-parto ou qualquer outra situação semelhante que evidenciasse a já tão debatida frase de que "nem sempre maternidade rima com felicidade" (Macedo & Pereira, 2014). 

 

Muito do percurso que fui traçando foi sempre a pensar nesse objetivo e em outro - o de criar um espaço onde falar sobre experiências menos positivas ligadas à maternidade, especialmente decorrentes deste tipo de realidades, não fosse motivo de julgamento, culpabilização ou vergonha por parte das pessoas que da mesma padeciam, mas sim uma forma de encarar a vida, tal como ela é. 

Não é que todos os momentos que envolvam maternidade e paternidade tenham só este lado mais lunar. Não. Mas, é verdade que também o têm. E sempre me fez muita confusão o facto das pessoas tornarem esse momento um pouco "surreal" quando o floreiam com as possibilidades de uma vivencia totalmente fantástica e rodeada de momentos extraordinariamente quentes e coloridos, sempre. 

 

Sim, também é assim. Mas não é só. E o outro lado também precisa de ser desmistificado. O outro lado da maternidade e da paternidade também precisa de ser falado. O outro lado também precisa de ser transmitido a quem pensa engravidar, aos casais que estão grávidos e aos casais que acabam de ser pais. O outro lado da maternidade e da paternidade também precisa de ser falado com as famílias destes casais. Esta realidade também precisa de ganhar cor, à sua maneira. Pois de outra forma, continuaremos a ter casais e respetivas famílias informados incompletamente sobre uma situação que, embora não floreie tanto o momento da gravidez e da maternidade/paternidade, sem dúvida alguma que lhe dará outra cor, caso esses momentos não rimem de imediato com felicidade. 

 

E é por isso que vos desafio! 

Desafio mulheres, homens e respetivas famílias que já tenham passado por situações semelhantes, que estejam a passar pelas mesmas atualmente e/ou que conheçam casos relacionados a partilharem connosco as vossas reflexões, as vossas vivências. 

Desafio Profissionais e técnicos de saúde que trabalhem na área a transcreverem para o papel as vossas reflexões críticas sobre o tema, ou a escreverem simplesmente sobre o assunto e a partilharem-nas connosco. 

 

Tenho a certeza que juntos gritaremos muito mais alto que esta é uma problemática real e que precisa de ser falada e transmitida, a quem por este tema, pessoal ou profissionalmente, se interessar. 

 

IMG-20160319-WA0010 - montagem blog.jpg

 

 

E então, desafio aceite?

 

blog@mulherfilhamae.pt

 

9 perguntas para bloggers do Sapo feitas pela Marta!

Já alguma vez disse que adoro desafios?

 

Eu sei, já. 

 

E embora um pouco mais tarde, aqui estão as respostas ao desafio da marta-omeucanto, que desde já, agradeço!

Que venham mais desafios destes Marta! Ou de qualquer outra pessoa que se lembrar.

 

1 - O que vos levou a criar um blog?

 

Sempre gostei de escrever e de ter um caderno à parte para apontar os meus pensamentos, entre outros. Contudo, foi sem dúvida a maternidade e todo o turbilhão de emoções, adaptações e mudanças que a mesma trouxe à minha vida pessoal, laboral e familiar, que me levou a criar este blog. A necessidade de partilhar, aprender mais, ocupar-me, foram os grandes motores para a sua formação.

 

2 - Porquê a escolha do Sapo?

 

Por ser uma plataforma portuguesa e que utilizo com frequência para vários tipos de buscas. Sinceramente não pesquisei mais nenhum na altura.

 

3 - Notam alguma evolução na vossa escrita desde que começaram até hoje?

 

Sem dúvida. Não só na expressão escrita mas também na fluência verbal.

 

4 - Sobre que temas mais gostam de escrever?

 

Adoro escrever sobre coisas que sinto e/ou que já experienciei. Adorava escrever mais sobre outras temáticas que pudessem esclarecer mais mulheres e mães. Especialmente temáticas onde senti imensa dificuldade desde a gravidez até hoje, e onde nunca obtive respostas, sem ser através da experiênciação. Mas nem sempre tenho tempo para aprofundar a pesquisa, formular e concretizar o texto (isto de ter filhotes pequenos é assim... eles é que vão gerindo o nosso tempo..).

 

5 - Quais eram as vossas expectativas quando criaram o blog, e de que forma têm vindo a ser concretizadas?

 

Eram expectativas de partilha e aprendizagem, mas sinceramente, até hoje têm sido bastante superadas, por vários motivos. Não esperava encontrar tantas mulheres na minha situação, não esperava encontrar uma plataforma tão interativa entre bloggers (o que tenho adorado), não esperava encontrar outros locais onde pudesse aprender para além do que inicialmente me fez realizar este blog. Não esperava ganhar o gosto de continuar e o vicio de cá ter de vir todos os dias ler, e escrever, e a verdade, é que é assim que me sinto atualmente. Só tenho pena de não conseguir fazer post's todos os dias.

 

6 - Houve algum episódio caricato que vos tenha acontecido enquanto bloggers?

 

Que me lembre agora..não.

 

7 - Notam alguma diferença entre os blogs mais antigos, e os criados na actualidade?

 

Sinceramente não. Mas também ando cá a relativamente pouco tempo.

 

8 - Podem-se fazer amizades através dos blogs?

 

Eu penso que sim. Há blogs que visitamos tão frequentemente, post's com os quais nos identificamos, bloggers com quem interagimos mais. É tudo um pouco na base do "virtualismo", mas mais à frente, quem sabe?

 

9 - Quais os vossos desejos bloguísticos para o futuro?

 

Terminar o vídeo que ando há algum tempo para fazer para o blog, entre outros.

Continuar com o percurso que tenho feito no blog, a conhecer mais blogs, bloggers, no fundo a atingir os meus objetivos com a sua criação e divertir-me, aprender e partilhar mais e mais e mais... 

 

 

Obrigada Marta!

Não vou identificar ninguém, mas sintam-se à vontade para pegarem nas perguntas e responderem!

 

 

 

 

 

7 x 7 = 49 coisas que vão (ter de) saber sobre mim.

Now-49-1024x1004.jpg

 

Sofia Costa, Pequenos encantos e Fatia mor, deviam ter pensado melhor antes de me desafiarem porque agora sujeitam algumas pessoas (inclusive vocês..) a terem de ir ao encontro destes meus recantos.. sendo que alguns, poderão ser bem bicudos!

 

7 Coisas que eu amo: 

1. A minha família e amigos

2. Comer (Especialmente chocolate...)

3. Meditar

4. Dormir até tarde

5. Estudar

6. Receber amor dos que eu amo

7. Rir muito

 

7 Coisas que faço bem:

1. Dar amor

2. Sorrir

3. Trabalhar em equipa

4. comprar roupa para mim ou outra pessoa (adoro!!)

5. Conduzir

6. Cuidar

7. Dançar

 

7 Coisas que me Encantam: 

1. O amor do meu marido e da minha filha

2. Ser Mulher e Mãe

3. Passar uma semana no campo longe de tudo o que hoje em dia é comum numa cidade

4. Aproveitar uma noite de verão numa esplanada a ouvir chill

5. Nadar durante horas na praia e no final ficar a ver o pôr do sol

6. Meditar

7. Começar o dia com uma boa noticia

 

7 Coisas que eu mais digo: 

1. Tipo (eu sei.. é horrivel.. mas é um vicio que me custa tirar.. contudo, estou a fazer progressos!!)

2. Amo-te tantoooo!!!

3. Hããã?

4. Uiii

5. Obrigado(a)

6. Menos

7. oh god... 

 

7 Coisas que não faço bem: 

1. Agricultura

2. Costurar 

3. Arranjar peixe 

4. Passar a ferro

5. Jardinagem

6. Mentir

7. Andar de saltos altos

 

7 Coisas de que eu não gosto: 

1. Andar de avião 

2. Hipocrisia

3. Injustiça

4. Cobras

5. Dentistas e otorrinos

6. Pessimismo

7. Ficar sem jeito/sem resposta

 

7 Coisas para Fazer Antes de Morrer: 

1. Aprender defitivamente (pela milésima vez..) a tocar guitarra portuguesa

2. Voltar às Maurícias

3. Ter mais um filho

4. Deixar qualquer coisita (nem que sejam ausências de dívidas) aos meus filhotes

5. Escrever um livro

6. Criar uma plataforma de apoio a familias dos doentes com quem trabalho

7. Manter a vida feliz que tenho junto da minha família e amigos.

 

7 blogs que eu indico para responder ao Desafio:

 

Espero que aceitem! 

 

1. Special things by me

2. Cantinho da Casa

3. Xana Ribeiro

4. A mãe da princesa

5. As Nossas voltas

6. Camellia

7. Um Mar de Pensamentos

 

 

 

Desafio para bloggers do SAPO!

pequenos encantos desafiou-me, e de seguida, podem ver o resultado.... Espero que gostem! 

 

Não se chama Mafalda M, Camellia, Niki, anacb, Joana Freitas ou Xana Ribeiro, a mãe da princesa é Ana, e Madalena é a sua nova companheira. omeumaiorsonho é que seja para toda uma vida, podendo embalá-la com as minhas Histórias Contadas, e que daqui a alguns anos se consiga expressar como a Maria das Palavras.

Desde que tenho a minha pineapple com açúcar (sim, porque se vissem a quantidade de cabelo, e sempre em pé que a minha filha tem...) muitas vezes me perguntam: "WhySoSirius?". E eu, mesmo sabendo que no fundo, são só paranoias-de-mae, falta-me o alento, com os perigos que observo no mundo, e com o receio que daí advém.

Um dos meus grandes problemas, é que sou toda amor, e dentro deste nosso Mar Português, parece que anda tudo virado do avesso, com demasiada energia e pouco furor. E se há coisa que tenho aprendido com as minhas e nossas voltas é que nada_acontece_por_acaso  e se agora, no cantinho da casa e da minha vida, tenho que me regular entre bataebatom e em ser just mom, então estarei preparada para esculpir este dom e poder viver, observar e sentir, todos estes pequenos encantos com o máximo amor.

Só há mais uma coisa que gostava de referir, é que com tanta mudança e adaptação, já percebi que como Maria Alfacinha que sou, quando muito irritada fico, pimenta na língua me surge, mas no fim, há que respirar fundo e ter calma. Não, calma que sou de artes, mas calma porque há que pensar por partes para não misturar tudo e dar uma grande confusão!

No final de tanta informação, concluo então, que o melhor é repartir  a vida às fatias, pensar calmamente e viver muito, com o objetivo de atingir a máxima alegria.