Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Sobre saúde mental na gravidez e no pós-parto #1

"A mãe adquire uma nova identidade: passa a ser não só uma mulher, uma filha dos seus pais, mas também a mãe do seu próprio bebé.

Esta mudança é uma conquista que exige uma aprendizagem e uma preparação psicológica em interação com o meio que a rodeia."

 

 

divulgação topo blog.png

 

 

Direcção-Geral da Saúde (2005). Promoção da Saúde Mental na Gravidez e Primeira Infância: Manual de orientação para profissionais de saúde. Lisboa: Direcção-Geral da Saúde.

Vou lançar-vos um desafio. Curiosos?

Quando fundei o blog o meu grande objetivo era conhecer histórias de outras mulheres, homens e famílias que tinham passado por baby blues, depressão pós-parto ou qualquer outra situação semelhante que evidenciasse a já tão debatida frase de que "nem sempre maternidade rima com felicidade" (Macedo & Pereira, 2014). 

 

Muito do percurso que fui traçando foi sempre a pensar nesse objetivo e em outro - o de criar um espaço onde falar sobre experiências menos positivas ligadas à maternidade, especialmente decorrentes deste tipo de realidades, não fosse motivo de julgamento, culpabilização ou vergonha por parte das pessoas que da mesma padeciam, mas sim uma forma de encarar a vida, tal como ela é. 

Não é que todos os momentos que envolvam maternidade e paternidade tenham só este lado mais lunar. Não. Mas, é verdade que também o têm. E sempre me fez muita confusão o facto das pessoas tornarem esse momento um pouco "surreal" quando o floreiam com as possibilidades de uma vivencia totalmente fantástica e rodeada de momentos extraordinariamente quentes e coloridos, sempre. 

 

Sim, também é assim. Mas não é só. E o outro lado também precisa de ser desmistificado. O outro lado da maternidade e da paternidade também precisa de ser falado. O outro lado também precisa de ser transmitido a quem pensa engravidar, aos casais que estão grávidos e aos casais que acabam de ser pais. O outro lado da maternidade e da paternidade também precisa de ser falado com as famílias destes casais. Esta realidade também precisa de ganhar cor, à sua maneira. Pois de outra forma, continuaremos a ter casais e respetivas famílias informados incompletamente sobre uma situação que, embora não floreie tanto o momento da gravidez e da maternidade/paternidade, sem dúvida alguma que lhe dará outra cor, caso esses momentos não rimem de imediato com felicidade. 

 

E é por isso que vos desafio! 

Desafio mulheres, homens e respetivas famílias que já tenham passado por situações semelhantes, que estejam a passar pelas mesmas atualmente e/ou que conheçam casos relacionados a partilharem connosco as vossas reflexões, as vossas vivências. 

Desafio Profissionais e técnicos de saúde que trabalhem na área a transcreverem para o papel as vossas reflexões críticas sobre o tema, ou a escreverem simplesmente sobre o assunto e a partilharem-nas connosco. 

 

Tenho a certeza que juntos gritaremos muito mais alto que esta é uma problemática real e que precisa de ser falada e transmitida, a quem por este tema, pessoal ou profissionalmente, se interessar. 

 

IMG-20160319-WA0010 - montagem blog.jpg

 

 

E então, desafio aceite?

 

blog@mulherfilhamae.pt

 

Uma visita guiada ao blog.

Caso tenham chegado há pouco tempo, ou caso já cá estejam há algum, recordo-vos dos espaços que foram sendo construídos no blog para transmitir a quem nos lê o máximo de informação útil sobre temas relacionados com a Parentalidade, especialmente com a Saúde Mental Perinatal.

 

Na barra do Menu podem sempre consultar:

 

menu.png

 

  • A Nossa História (Onde poderão ler o nosso testemunho detalhado sobre a nossa passagem pelo babyblues e como tudo originou a criação deste blog);
  • Saúde Mental Perinatal (Onde poderão consultar todos os artigos que escrevo sobre saúde mental na gravidez e no período do pós-parto);
  • Movimento Depressão Pós-Parto (Onde poderão consultar tudo o que é publicado dentro do respetivo movimento - testemunhos, opiniões, esclarecimento de dúvidas e questões, etc.);
  • Literatura sobre Saúde Mental Perinatal (onde poderão consultar artigos, textos e livros que li e analisei sobre o tema).

 

Ah! E se quiserem consultar alguns artigos mais recentes que fui publicando no blog, podem aceder diretamente aos mesmos por aqui:

 

img menu 2.png

 

Na barra lateral podem encontrar evidenciados vários tipos de itens:

 

  • Podem estar sempre atualizados sobre o que escrevemos se nos subscreverem por email, aqui:

img bl 1.png

 

  • Podem seguir-nos pelo facebook, e caso queiram ter acesso direto à nossa página pelo blog, é só fazer click aqui:

img bl 2.png

 

  • Podem saber mais informações sobre a autora do blog e subscreverem-nos pela plataforma da sapo, por aqui:

img bl 3.png

 

  • Podem comunicar comigo via email e o nosso contacto está sempre expresso aqui:

img bl 4.png

 

  • Podem ter acesso a todos os testemunhos reais que nos vão chegando, de mulheres e respetivas famílias que vivenciaram situações de babyblues, depressão pós-parto, ansiedade puerperal e psicose pós-parto, aqui:

img bl 5.png

 

  • Podem ter acesso a todos os eventos que promovemos, entrevistas que nos realizaram e outros artigos/momentos nos media em que participámos, acedendo por aqui:

img bl 6.png

 

  • Podem consultar vários textos que já escrevi e que outros autores escreveram sobre o que é o Reiki e a Meditação e sobre o seu beneficio para a gravidez e para o pós-parto)

 

img bl 6.5.png

 

  • Podem consultar os vários textos que já escrevemos desde o inicio do blog, aqui:

img bl 7.png

 

Na nossa página principal estará sempre o texto mais recente que foi publicado.

Qualquer questão que nos queiram colocar, nunca hesitem!

Contactem-me via email por: blog@mulherfilhamae.pt

 

Até jáá!

Tenho tanto para vos contar!!!

E confesso que nem sei por onde começar...

 

Vão demorar dias (ou talvez, semanas...) a descrever por aqui todas as novidades que tenho para vos transmitir. 

Os últimos meses que passaram foram marcados pela ausência da vertente escrita neste blog. É verdade! Algo que não previa acontecer, mas que por força de vários acontecimentos na minha vida, acabou por se verificar.

No entanto, eu não estive, nem nunca me senti, totalmente ausente deste nosso espaço. Estive atenta e fui respondendo a todas as questões que me iam colocando - e que eu consegui - via email, e acima de tudo, fui observar, aprender e integrar um conjunto de novas perspetivas, e novos conhecimentos sobre Saúde Mental, especialmente, sobre Saúde Mental Perinatal. Seja através da leitura, da prática e/ou da observação, a verdade é que nos últimos meses me tenho dedicado a absorver o máximo de informação possível sobre a área em questão. Um caminho que iniciei quando fundei este blog, que tenho mantido com grande motivação e avidez de conhecimento e que pretendo continuar.

Hoje, absorvendo um pouco mais do mundo académico, tenho-me confrontado com frequência com uma diversidade de novas questões relacionadas com o tema e que sei que será também do vosso interesse terem acesso. 

 

Tantas vezes me apeteceu pegar no bloco e começar a escrever sem parar.

Tantas vezes me apeteceu passar a tarde a refletir, a ler e/ou a escrever. Seja para desabafar, pesquisar ou simplesmente a atualizar-me quanto ao foco principal deste nosso espaço, tantas vezes me apeteceu passar tudo o que ia refletindo, observando e aprendendo para aqui.

No entanto, os vários compromissos e desafios que se foram colocando no meu dia-a-dia de Mulher, Filha e Mãe (e agora, também de volta aos estudos...) acabaram por me ir consumindo, e o tempo voou, até hoje. 

 

Sei que muitos de vós se poderão identificar. Outros, talvez nem por isso. Mas para mim, o importante é dizer-vos que aqui me encontro de novo, com uma nova energia e muito para partilhar! 

 

P1140682 - corte.JPG

 

E vocês, prontos para me acompanharem neste novo ciclo?

O Nosso Projeto de apoio: "Mulher, Filha & Mãe".

Surgiu da grande vontade de concretizar uma resposta na comunidade às mulheres e respetivas famílias que passam por inúmeros desafios psicossociais decorrentes do Pós-Parto. 

 

Como é do conhecimento de quem nos segue, aqui vou falando de Baby Blues, Depressão, Ansiedade e Psicose Pós-Parto nas suas mais variadas vertentes. Traduzimos conceitos já existentes, tentamos explicar diferenças, promovemos a partilha de histórias e vivências de mulheres e respetivas famílias, esclarecemos questões dentro do mesmo tema, entre tantas outras áreas inerentes que vamos explorando. 

 

Mas... 

 

E se do mundo virtual, tudo isto ganhasse traços e movimento, e voasse para um local onde seria possível a existência de uma resposta totalmente direcionada para a mulher e respetiva família que passa por este tipo de vivência?

 

E se da teoria da necessidade, tudo isto fosse passado concretamente para a prática? 

E se... 

E se tudo isto fosse mesmo verdade?

 

imagem projeto.jpg

 

É real, e para verificarem a sua autenticidade, seguem-se todas as informações de que necessitam para esclarecerem muitas das questões relativamente ao projeto:

 

Onde iniciará o seu desenvolvimento?

 

logo cvp estoril.png

 

 

Quais os serviços que integra?

 

  • Formação e Consultas.
  • A Formação divide-se em várias vertentes e integra múltiplas abordagens dentro da temática em questão.
  • As Consultas incorporam áreas como Psicologia Clínica, Terapia Familiar, Coaching, entre outros. 

 

 

Para Quem está direcionado?

 

  • Para quem estiver interessado!

        Como defendo desde que iniciei o blog, embora a mulher seja o foco do problema, este é, sem dúvida, de abordagem sistémica.

        Logo, se é a mulher que está a passar por alguma afeção do género, se é o respetivo marido, a sogra, a mãe, a tia, a prima, o filho, o enteado, o amigo, o pai, o sogro, o avô, o conhecido, ou qualquer outra pessoa interessada nesta temática, então este projeto é feito à sua medida. Foi feito a pensar em si. 

 

 

Como poderá ter acesso a mais informações?

 

  • Contactando a autora do blog e do projeto - Ana Vale - através do seguinte email: blog@mulherfilhamae.pt 

 

 Não hesite em contactar-me! 

Mulher, filha e [Mãe] - Me - Quer: Uma nova Parceria!

"Uma colaboração enquanto autora do blogue Mulher, Filha & Mãe e profissional de saúde"

Foi a contraproposta que o portal nos fez, quando apelamos à crescente de Publicação de temas inerentes à Saúde Mental Peri e Pós-Natal.

 

A partir de agora, não só enquanto autora deste blogue (que tanto conhecimento, aprendizagem e partilha me tem trazido) mas também enquanto profissional de saúde, passarei a escrever para o portal Mãe-me-quer, com o especial intuito de dar a conhecer mais sobre esta temática, que tanto temos vindo a defender.

Selo-MMQ.png

 

Mais um local onde as pessoas poderão ter acesso a mais informação credível sobre Babyblues, Depressão, Ansiedade e Psicoses pós-parto, entre tantos outros temas inerentes à Saúde Mental Peri e Pós-Natal.

E.. a primeira publicação está quase a sair!  

 

Selo Colaborador.png

 

O que acham da ideia?! 

Ana Vale - Autora do Blog e Centro 'Mulher, Filha & Mãe'

 

Enf.ªAnaSoraia.jpg

 

Apesar de ser Licenciada em Enfermagem desde 2011, e de ter feito uma parte do meu percurso no âmbito da prestação de cuidados de enfermagem gerais na área do adulto e do idoso, foi a passagem por uma experiência desenvolvimental, com profundo significado na minha vida, que me trouxe até aqui. Fui mãe em 2014, e com a chegada da minha bebé, chegou também um vasto leque de reflexões, pesquisas e estudos, que até então nunca tinham emergido como tão relevantes, relacionados com a saúde mental perinatal.

 

Neste seguimento, fundei o blogue "Mulher, Filha & Mãe" com o intuito de sensibilizar para a saúde mental perinatal e promover o debate sobre o tema sem tabus. Com a desenvoltura e mediatização do espaço veio também a necessidade de adquirir mais conhecimentos e competências, motivo pelo qual ingressei na Especialidade e Mestrado de Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria, tendo também iniciado o meu caminho na esfera do empreendedorismo social. Um percurso que em muito me ajudou a desenvolver as competências necessárias para lidar com os vários pedidos de ajuda que frequentemente me chegam através do blogue.

 

Paralelamente à realização da especialidade e mestrado, dediquei-me ao desenvolvimento do Projeto Mulher, Filha & Mãe – um projeto que visa sensibilizar para a área de saúde mental perinatal através da escrita, da formação presencial e do grupo de mães -  através do qual recebi dois prémios, e motivo pelo qual, estive presente em vários encontros de cariz científico, como poderão consultar aqui

 

Recentemente fundei o Centro Mulher, Filha e Mãe em Lisboa. Um centro de enfermagem onde as mulheres e respetivas famílias poderão obter o apoio necessário para vencerem as alterações emocionais na gravidez e no pós-parto.

 

Contudo, e apesar de muito ter vindo a aprender, e de muito ainda ter de aprender sobre o tema, considero que ainda há um longo percurso a fazer no sentido do trabalho em prol das mulheres e respetivas famílias que se confrontam frequentemente com problemas do foro da saúde mental perinatal. Um percurso que devia ser de todos em prol de uma problemática que a qualquer um pode assistir. 

 

E-mail:
centro@mulherfilhaemae.pt

Telemóvel:
(+351) 936 180 928