Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Tens Fraldas e não chegaste a usar? Então DOA!

É assim que a Associação Passo Positivo lança o desafio inerente ao seu Projeto Banco de Fraldas

 

Durante o mês de Outubro de 2017 existirão vários pontos de entrega espalhados pelo norte e sul do país (incluindo o Centro Mulher, Filha e Mãe), onde podem entregar fraldas que não chegaram a utilizar, quer para miúdos, quer para graúdos. Ou seja, se tiverem fraldas desde o tamanho mini de um recém-nascido ao tamanho máximo que um idoso possa utilizar, que não chegaram a usar, estejam ou não, empacotadas, apelo-vos que as doem à Associação Passo Positivo, que esta última, fará questão que essas mesmas fraldas sejam entregues a quem mais precisa e não tem. 

 

 

Este, tem sido parte de um grande trabalho realizado por esta associação: recolher as fraldas e levá-las a vários pontos de país, a famílias e instituições, que precisam dessas fraldas, para prestarem cuidados de qualidade a quem cuidam mas que não têm possibilidade de as adquirir. Seja na quantidade necessária, seja mesmo, no sentido lato da palavra. 

 

Quer quem tem filhos, ou pais (ou qualquer outra pessoa) a seu cargo, com necessidade de utilização frequente de fraldas, sabe várias coisas, uma delas... imediata: As fraldas são caras! E quando se precisa com muita frequência, e os recursos financeiros são escassos, esta conta torna-se complicada. Contudo, os malefícios que poderão afetar miúdos e graúdos devido à ausência de (troca de) fraldas são vários, e poderão causar-lhes desconforto vários, ser doloroso, e causar outros problemas associados. Alguns dos mais conhecidos são o "eritema da fralda" e a "maceração", ou seja, aquela mancha avermelhada que aparece na região perineal da pessoa. Para o cuidador, ou qualquer outro, pode parecer "só" um eritema de fralda, contudo, para a pessoa que o desenvolve é muito desconfortável, podendo tornar-se doloroso. Nos mais graúdos, a ausência da troca necessária de fraldas, pode potenciar o desenvolvimento de problemas como "úlceras por pressão" e "infeções urinárias", podendo levar a vários problemas associados, inclusive infeções mais extensas e graves, para além de toda a morbilidade associada ao desenvolvimento deste tipo de problemas.

 

As fraldas são importantes, mas nem todos os bolsos as podem pagar da forma como seria suposto. E aí, entra o trabalho de instituições como a Passo Positivo que apoiam este tipo de causas e fazem chegar às famílias e instituições que mais necessitam, este tipo apoio. Apoio esse que depende de vós, e da vossa possibilidade e vontade de ajudar.

 

 

Eu já doei as que tinha lá em casa da Madalena, e vocês, também vão ajudar?

 

Dirijam-se aos seguintes postos de entrega e efetuem o vosso donativo de fraldas quando possível:

 

Na zona sul:
 
  • Centro Mulher, Filha e Mãe (Lisboa, Avenidas Novas)
  • Loja do Umbigo (Odivelas)
  • Leva-me contigo (Oeiras)
  • O cantinho do Mimo (Almada)

 

 

Na zona norte:
 
  • Farmácia Paiva (Espinho)
  • Farmácia Pedra Verde (S. Mamede de Infesta)
  • Café Luanda - Matosinhos (Rua do Godinho)
  • Central Churrasco (S. Mamede de Infesta)