Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mulher, Filha e Mãe

Sensibilizar (para) e apoiar (na) ansiedade e depressão na gravidez e no pós-parto

Um encontro inesperado com uma pessoa especial: Uma leitora do blog!

Ontem tive a oportunidade de falar pessoalmente com uma leitora do blog que me deu um forte abraço e me demonstrou em gestos e palavras o seu agradecimento por este espaço existir. 

 

Vou contar-vos o que lhe disse depois do sentido abraço que partilhámos:

 

1º - Se este espaço reproduz em alguém tamanha sensação de bem-estar, de refúgio, alivio, conforto, emoção, ou qualquer outro tipo de sensação positiva, então, o agradecimento é todo meu. 

Quando o idealizei e o concretizei, sempre tive como principal objetivo um dia poder vir a fazer por outras pessoas, o que um dia fizeram por mim, quando me apoiaram enquanto passei pela história que muitos de vós já devem ter conhecimento.

Não sei se algum dia vou conseguir demonstrar ou sequer traduzir na íntegra a felicidade que sinto e/ou o alívio que é saber que alguém se pode sentir melhor no seu dia-a-dia, nem que seja só por um momento, por ler o que escrevo, o que pesquiso, o que estudo, e acima de tudo, o que sinto e que tento passar para o papel. Espero ir traduzindo isso aos poucos através das várias conquistas e partilhas que vou realizando por aqui.

Também sei que já o disse algumas vezes, mas no fundo eu não me canso: MUITO OBRIGADA! Muito obrigada, eu. 

 

2º - Tenho a certeza que tal como eu, como esta leitora e como todas as mulheres que me têm enviado os seus testemunhos, existem muitas mais por aí. Umas já orientadas face às questões que frequentemente abordamos por aqui e outras ainda a precisarem de orientação, apoio e suporte. Em qualquer um dos casos este espaço é pensado não só à sua medida, como à medida dos respetivos companheiros e familiares.

 

3º - Não só porque o refiro várias vezes, mas especialmente pela missão que assumi neste sentido, estou disponível para esclarecer qualquer questão, assim como para aceitar sugestões, ou falar sobre qualquer outro assunto que considerem pertinente. Assim sendo, nunca hesitem em contactar-me seja em que momento for. Sim! Eu estou mesmo aqui e à distância de um click.

(blog@mulherfilhamae.pt ou ana.vale@mulherfilhamae.pt).

 

 

No final: 

Ela sorriu, deixou cair uma lágrima, conversámos mais um pouco e voltou abraçar-me. 

Eu sorri, não deixei cair uma lágrima (por acaso) mas fui devorada por um conjunto de emoções e mais uma vez continuei o meu caminho com a sensação de "dever" (momentaneamente) cumpridomas com um caminho gigante ainda pela frente. 

 

Não podia sentir-me mais feliz. 

Obrigada!

 

Ana Vale - Autora Blog Mulher Filha e Mãe.jpg

 

 

Ana Vale.

1 comentário

Comentar post