Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mulher, Filha e Mãe

Porque a saúde mental na gravidez e no pós-parto importa!

Mulher, Filha e Mãe

Porque a saúde mental na gravidez e no pós-parto importa!

Consulta de Acompanhamento Emocional na Gravidez e Pós-Parto: no que consiste?

06.05.17 publicado por Mulher, Filha e Mãe

"O Cuidar Baseado nas Forças é uma abordagem que considera a totalidade da pessoa, centra-se naquilo que está a trabalhar e a funcionar bem, no que a pessoa faz de melhor, e nos recursos de que os indivíduos dispõem e que os ajuda a lidar mais eficazmente com a sua vida, saúde e desafios dos cuidados de saúde. Relaciona-se com o modo como os enfermeiros podem apoiar o que está a funcionar bem, a fim de ajudar os doentes, clientes, famílias e comunidades a adaptarem-se, desenvolverem-se, crescerem, prosperarem e transformarem-se."

 

Bastou-me ler um pequeno excerto deste livro - na altura em que realizava a especialidade em enfermagem de saúde mental e psiquiatria e muito focada no trabalho que perspetivava desenvolver no âmbito da saúde mental perinatal - para sentir o quão se integrava na abordagem que, enquanto enfermeira, me fazia sentido ter com as mulheres e famílias com experiência de alterações emocionais e psicopatológicas no período perinatal. 

 

Após a sua leitura completa, assim como de vários outros que contribuíram para o desenvolvimento de um programa de apoio a mulheres com alterações psicopatológicas no pós-parto que realizei enquanto discente da especialidade e mestrado em enfermagem de saúde mental, senti-me mais preparada a nível profissional, mais enquadrada no meu âmbito de intervenção, e mais completa também, enquanto Enfermeira. Ter encontrado um (dos) modelo (s) que me faz sentido, ao mesmo tempo que me guia no meu dia-a-dia profissional, foi importante para mim, e foi importante para a elaboração do programa e desenvolvimento desta consulta. 

 

consultas no domicílio.JPG

 

A consulta de enfermagem de acompanhamento emocional na gravidez e pós-parto, objetiva, no geral: 

  • Promover o bem-estar emocional da mulher/homem/família, nesta fase do ciclo de vida​;
  • Empoderar as mulheres/homens/famílias, nesta fase do ciclo de vida​;​
  • ​Facilitar o encontro de forças* que permitirão o desenvolvimento do papel materno/paterno e a transição para a maternidade/paternidade.

 

De acordo com Gottlieb (2016),  forças são as qualidades especiais e únicas da pessoa ou família, que determinam o que a pessoa é capaz de fazer e em quem se poderá tornar. São as capacidades que permitem que uma pessoa lide com os desafios da vida, com as incertezas, e contribuem para a capacidade de a pessoa se recuperar, retomar e refazer-se de todos os tipos de agressões e superar as adversidades, assim como, para atingir os seus objetivos, aproveitar ao máximo a vida e facilitar a recuperação e a cura. 

 

São (com) estas forças que trabalho durante a consulta, tendo em conta esta fase de transição - gravidez e pós-parto - uma fase tão particular e revolucionária na vida de cada um dos membros da família. 

 

Ao longo do acompanhamento são utilizados, também, alguns mediadores que fui aprofundando ao longo da minha vida, e também durante a especialidade, consoante necessidade/plano de intervenção de enfermagem. São eles: Meditação, Reiki e a Escrita Expressiva. 

 

As consultas podem ser realizadas via presencial ou por skype, mas caso vos surja alguma questão, nada como as esclarecerem comigo. Contactem-me! 

 

centro@mulherfilhaemae.pt

(+351) 936 180 928